domingo, 28 de agosto de 2011

De tanto dobrar,
os joelhos
viraram sinos,
a balançar
todo mar
e
todo hino;
de tanto te olhar,
meus olhos
queimaram
a forma
tua;
de tanto pedir
a você para tirar
o ódio
do meu coração
é que, enfim,
pude perceber
que isso é coisa
que se conquista
sozinho.


Fabiano Martins.

6 comentários:

  1. Vim agradecer e retribuir tua visita no meu Blog.Já me instalei no teu.Adorei o poema.Bom domingo.Forte abraço Eloah

    ResponderExcluir
  2. FÉ é acreditar plenamente, sem qualquer lugar a dúvida, que somos poderosos e tudo conseguimos erradicar de nós.

    gostei das palavras empregadas por si.

    uma boa semana

    ResponderExcluir
  3. "Isso é coisa que se conquista sozinho".

    Tanta essência e beleza, seu mundo em poema. Faz silêncio minh'alma enquanto afunda lentamente em seu pequeno mundo.

    Bom restinho de domingo..
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Uma conquista na fé. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  5. Como podes ser tão intenso? Poesia pura, mais que versos pra mente... premente.
    Simplesmente lindo!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Eloah,
    Obrigado.


    Analuz,
    Obrigado pela reflexão.


    Mima,
    Acredito que momentos solitários são importantes para uma boa reflexão. Obrigado pelas palavras.


    Yayá,
    Certamente. Abraço!


    Jaci,
    Adorei a brincadeira com as palavras. Obrigado pelo carinho.

    ResponderExcluir