segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Armado

Não quero o dom
de ser
primaz: desejo compartilhar.
Não quero ter
sempre mais,
mas
unicamente
amar.
Não sei se devo ser quem sou,
fora toda a minha
ideologia.
Com coragem
sigo ante ao mundo
tendo ao coldre
poesia.


Fabiano Martins.

5 comentários:

  1. Armado só se for de coragem e muita poesia.

    Bem vindo! Bj

    ResponderExcluir
  2. "Não quero ter
    sempre mais,
    mas
    unicamente
    amar". Foi a coisa mais linda que pude ler esta noite. Vou sonhar. Beijos. Au revoir.

    ResponderExcluir
  3. "Com coragem
    sigo ante ao mundo
    tendo ao coldre
    poesia"

    ... melhor não poderia ser a armadura empenhada.

    Tuas poesias trazem à alma a sensação de uma intensa verdade.

    Seguindo-te. ;)

    ResponderExcluir
  4. Não poderia ser mais indestrutível sua couraça: AMOR e POESIA. Obrigada pela visita ao Pensamento Indelével. Através dela, cheguei nesse seu paraíso. Paz, luz e inspiração SEMPRE.

    ResponderExcluir
  5. Não quero o dom
    de ser

    Simplesmente fantástica!
    Aprecio tuas poesias meu caro.

    Parabéns! Grande abraço.

    ResponderExcluir