quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Anoitecer

Aguardo-vos, chamados do ego.
Para levarem-me além
do meu desapego.
Aguardo-vos
chegarem
nestes carros
voadores.
Levem-me, chamados -
a me achar
menos mortal.
Aceitem-me
no final,
angustiado;
vendo a sorte
do afogado
e despertando
para o mal.


Fabiano Martins

3 comentários: