quinta-feira, 3 de maio de 2012

Grandes Mistérios habitam - Fernando Pessoa

Grandes mistérios habitam
O limiar do meu ser,
O limiar onde hesitam
Grandes pássaros que fitam
Meu transpor tardo de os ver. São aves cheias de abismo,
Como nos sonhos as há.
Hesito se sondo e cismo,
E à minha alma é cataclismo
O limiar onde está.
Então desperto do sonho
E sou alegre da luz,
Inda que em dia tristonho;
Porque o limiar é medonho
E todo passo é uma cruz.


Fernando Pessoa

3 comentários:

  1. Caro(a) amigo(a), boa tarde!

    Gostaria de convidá-lo a visitar a coluna Haicais de Domingo do Poetas de Marte

    A entrevista dessa semana é com o escritor português David Rodrigues.

    http://poetasdemarte.blogspot.com.br/2012/05/haicais-de-alem-mar.html

    Na coluna do próximo domingo, gostaria de contar com a participação dos que se emaranham na blogosfera.

    Elaborem um haicai homenageando a mulher mais importante de nossas vidas(não fiquem com vergonha) e mandem para o meu email:mat_amorim@hotmail.com

    A coluna "Mãe,Haicaí! Cuida de mim!" ficará muito melhor com a sua participação!

    Espero contar com a presença de muitos!

    Desde já, obrigado!

    Muita paz!

    ResponderExcluir
  2. Arnoldo,
    Obrigado!

    Marcell,
    Com certeza!

    ResponderExcluir