quinta-feira, 19 de março de 2015

Pureza material

Você entende português
quando eu falo inglês
no teu ouvido de francesa.
Não consegue perceber sobre a beleza
que te digo
quando, sob esses dias de puro presente,
reflito
sobre o resplendor 
das sutilezas.
Penso em português para falar português
com muita certeza
e a palavra chega quase morta em teu ouvido,
sem a pureza do que digo.
Há uma barreira
entre nós.
Contudo, sei que estou contigo
minha mão retesa a tua condição.
Eu te sinto com clareza no caminho,
embora nossas línguas não consigam refletir
o que sentimos.


Fabiano Martins

Um comentário:

  1. Às vezes, o silêncio é mais eloquente que as palavras.
    Bonita poesia!

    ResponderExcluir